terça-feira, 10 de abril de 2012

Fanfic Crazy Sensei! Capítulo 1 *U*

Ultimamente eu tenho gostado muito de fazer fics O.O Acho que vou criar uma página ali no menu só para elas XD haushuahu

Sobre a fic...
Essa é a primeira yaoi que eu faço, então desculpem-me se tiver meio estranha ou ruim -.- O pessoal do chat do Yaoi Project sugeriu que fosse dark lemon, mas acabei não fazendo assim O.O (Gomen -.- Minha mente não consegue inventar coisas tão picantes assim... Vou tentar melhorar na próxima.)
Eu ainda não sei bem ao certo quantos capítulos terão. Vou ir escrevendo até achar que deve terminar ou não U.U ahusahu XD Enfim, espero que gostem *U* Criticas e elogios são sempre bem-vindos >U<
Está é a versão editada, pois a primeira que fiz ficou com o tempo verbal meio confuso -.- (Nunca consigo manter só no passado...).

Até que gostei desse "logo" que eu fiz >U< bishounen *W*

Crazy Sensei! Capítulo 1

Até onde sei, professores nunca se aproximam demais de seus alunos. Deve ser por uma questão de desinteresse ou até de respeito, afinal, o que há de bom nessas crianças inúteis? Certamente, o pensamento de qualquer professor preguiçoso... Eu também pensava dessa maneira, sempre pensei dessa maneira. Tudo o que essa pessoa tem de fazer é seu trabalho, não é? Nada mais do que seu trabalho. Apenas isso...

Era noite. O relógio marcava mais ou menos onze e quarenta. Decidi ir dormir, afinal, no dia seguinte as aulas começariam. Minhas férias tinham sido normais e eu não estava muito feliz com a idéia de ter que retornar á escola. Na verdade, não estava nem um pouco feliz. Bom, pelo menos aquele seria meu ultimo ano no colégio. Depois de me formar teria que ir para a faculdade, arranjar um emprego... Não sei o que é mais cansativo, mas pelo menos iria poder fazer o que gosto.
Logo peguei no sono, e quando abri os olhos já era de manhã. Aquele som ensurdecedor do relógio me deixou de mau humor. Mas fazer o que, não é? Levantei-me e me aprontei para a escola. Estava um pouco atrasado, então tive de sair rápido de casa. Ao pisar na calçada logo encontrei minha colega de classe, Okamoto Megumi, que morava há alguns quarteirões.
- Ei, Ren-kun! – Ela acenou para mim enquanto corria em minha direção – Espera aí!
- Ah, bom dia Megumi-chan! – Acenei de volta – Há quanto tempo.
- Ah, é mesmo! Eu não falei com você nas férias porque fui viajar e acabei não levando meu celular comigo. Fiquei sem falar com minhas amigas por um tempão, droga!
- Nossa, mas que menina atrapalhada ein! 
Caminhamos juntos até a escola enquanto deixávamos as novidades em dia. Megumi se tornou minha amiga assim que entrei no ensino médio, há dois anos atrás. Um tempo depois descobrimos que morávamos perto, o que nos aproximou ainda mais. Ela era uma garota bem extrovertida e alegre, não tinha frescuras. Também nunca tive nenhum interesse romântico por Megumi. Isso desde o inicio. Com o passar do tempo deixei de vê-la como uma mulher, mas sim como uma pessoa. 
- Você ficou sabendo, Ren-kun? – Disse ela – Parece que este ano teremos um novo professor de artes.
- É mesmo? Mas o que aconteceu com a Makoto-sensei?
- Pelo que sei, ela tirou licença maternidade, e ficará longe por uns cinco ou seis meses.
- Uau! Nunca esperei vê-la como mãe!
- Eu também pensei da mesma forma. Fiquei as férias inteiras ansiosa para ver quem será nosso novo professor ou professora. Afinal, não existe ninguém mais engraçado que a Makoto.
- Pois é. Parece que vamos ter que esperar pra ver.
------------------------------

Ao chegarmos ao colégio fomos checar a lista de salas e, por sorte, Megumi e eu havíamos caído na mesma. Após alguns discursos e coisas típicas que eles fazem aos alunos do ultimo ano, tivemos aulas normais. Conversava com meus colegas durante o intervalo de uma forma muito animada e escandalosa. Mal tinham começado as aulas e eles já estavam com as gracinhas típicas: Deixaram o chão perto da porta molhado para que o professor da aula seguinte entrasse e escorregasse. 
- Francamente, vocês estão no terceiro ano! Como podem fazer isso? Vocês não ouviram as regras corretamente durante o discurso? – Reclamei
- Qual é! O professor nem vai cair nisso! Seria muito burro se fizesse isso! Foi o Jun que teve essa idéia besta, eu já disse, nem vai funcionar!
- Ah, cala a boca! Pelo menos eu tive uma idéia!
Logo todos saíram da sala e me deixaram sozinho lá dentro.
Ouvi passos ecoando pelo corredor, e parecia que se dirigiam á nossa sala. Certamente era o professor ou qualquer outra pessoa que iria cair naquela brincadeira estúpida.
- Essa não! Alguém está chegando! E se for um professor? Ai meu deus...
Não consegui fazer nada além de ficar parado assustado. Logo a porta se abriu e a tal pessoa escorregou naquele chão, caindo em cima de mim.
- Ah, me desculpe! Realmente, sinto muito! Eu não, quero dizer, eu...
Era um homem alto que usava óculos e tinha cabelos em tons marrons e loiros, parecendo ser mestiço. Realmente bem bonito.
Ele me olhou com espanto por um tempo, depois para a porta, onde notou aquela aguaceira toda.
- Você – Disse em um tom sério e assustador que me deu calafrios – O que pensava em espalhar aquilo pela porta? Alguém poderia se machucar!
- Eh? Mas eu não fiz nada! Eu sou inocente!
- Não brinque comigo garoto! Você era o único na sala, quem mais poderia ter sido??!!
- Foram aqueles alunos! Eu só...
Não sabia o que dizer, realmente estava encrencado. Ou melhor, ele ainda estava em cima de mim! Quem era aquele homem, afinal?
De repente ele pareou com suas reclamações e começou a me fitar.
- Ei garoto, você é bonito – Ele sorriu enquanto parecia analisar-me com o olhar – Qual seu nome?
Bonito? O que ele queria dizer?
- Yokoyama. Yokoyama Ren. Mas isso não vem ao caso! Você pode sair de cima de mim, por favor?
- Hm... Ren, não é? Você é uma gracinha, Ren. Mas é muito arteiro.
- G-gracinha? Quem você pensa que é para me chamar assim?!
Ele sorriu.
- Ei Ren-kun, vamos fazer um trato? Se aceitar, não contarei á ninguém essa brincadeira que você aprontou.
- Mas eu já disse! Pelo amor de deus! Não fui eu que coloquei água na...
Repentinamente aquele homem me beijou e me faz ficar tão vermelho quanto um tomate. Ele me segurou com tanta força que meus ossos quase se quebrarm, mas dei um jeito de empurrá-lo para trás e de me levantar.
- Ei, o que pensa que está fazendo?! – Ainda corado gritei com ele.
- Pegando meu pagamento.
- O que?!
- Este será nosso trato a partir de hoje. Para que eu não conte nada a ninguém, você fará o que eu quiser.
- Impossível! Eu não fiz absolutamente nada de errado!
- É mesmo? Em quem será que eles vão acreditar? Em um aluno qualquer ou em um professor responsável?
- Até parece! Isso é... – Eu mesmo me interrompi e fiquei congelado por um tempo – O QUEE???!!! Você é o novo professor de artes????!!!!
- É o que parece, não é? Então é melhor obedecer-me. Nada é pior do que problemas no ultimo ano escolar. Então, a partir de hoje, você será meu. 
Ele deu um sorriso malicioso enquanto acariciava meu rosto.
Não podia acreditar!! O que era aquilo afinal??! Por que senhor? Por quê??!!! Quem esse cara pensava que era?????!!!!!!
E foi aí que meu nada pacifico ano escolar começou, junto com este professor completamente estranho e pervertido. O que será que irá acontecer comigo daqui pra frente?


Kissus e matta ne o/ >3<

5 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkk coitado do menino e que professor pervertido!!! .>o<.
    Mais eu gostei da história, tipo.. enquanto eu lia o texto eu imaginava em forma de anime, foi divertido!! *Esperando ansiosa pela parte picante*
    *¬*

    ResponderExcluir
  2. OMG, OMG, OMG!!!
    Que professor safado, mas a história está super ultra hiper mega power bem feita!!!
    Amei os personagens, me deram ótimas idéias pra desenhos, fiquei imaginando eles igual personagens do grupo CLAMP, altos magros e super lindos!!!
    Themy você tem muito talento!!!
    Qualquer dia mando as fotos dos meus desenhos baseados nessa hidtória!!!
    Surpreendente!!!

    ResponderExcluir
  3. oi flor meu blog e novo e prescisa de divulgação você poderia aceitar afiliação?
    http://meninadisponivell.blogspot.com.br/
    bjs!!!

    ResponderExcluir
  4. Meu deus *-*
    Professor pervetido ! *ligando para a policia desesperadamente xD
    Ficou muito legal *-*
    Espero uma continuação viu?
    kissus

    http://vodkacc.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. eu gostei muit *-* além do mais eu gosto muito de yaoi e já escrevi muitas fanfics com grande nº de comentarios mas todas em espanhol.
    Enfim sua fanfic esta muito interresante *-*

    ResponderExcluir

Obrigada por ler ^.^ Deixe-nos felizes e saltitantes ao colocar sua opinião/critica/elogio/xingamento/desabafo/qualqueroutracoisa aqui e.e hehe